Alguma notícia está errada? Contate-nos

Categorias

Edit Template

Por que seria difícil para o partido democrata substituir Joe Biden na corrida presidencial

O desempenho titubeante do presidente americano Joe Biden no debate eleitoral levou algumas pessoas de seu próprio partido a começarem a questionar se ele deveria ser substituído nas cédulas antes de novembro. Não há indícios de que Biden esteja disposto a encerrar sua campanha. E seria praticamente impossível para o Partido Democrata substituí-lo, a não ser que ele mesmo decida se afastar. Aqui estão os motivos: Os delegados conquistados por Biden nas eleições primárias são obrigados a apoiá-lo. Todos os estados americanos já realizaram suas primárias presidenciais. As regras internas do partido dizem que os delegados conquistados por Biden devem apoiá-lo na convenção nacional do partido, que se realizará em breve, a não ser que ele diga que está deixando a disputa. O presidente indicou que não tem planos de fazê-lo, e disse aos apoiadores em Atlanta, logo depois de sair do palco do debate: “Vamos continuar”. A porta-voz da campanha de Biden, Lauren Hitt, foi ainda mais clara, e declarou, na sexta-feira: “É claro que ele não vai desistir”. As convenções e suas regras são controladas pelos partidos políticos. Fonte: Clique aqui

Compartilhar notícias:

resuminho.com.br

Resumindo noticias para você não perder tempo. E o melhor, com fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

Somos um site que faz resumos de notícias para que você tenha informações rápidas com fontes sem enrolação

Nos siga nas redes

© 2024 Resuminho – Todos os direitos reservados