Alguma notícia está errada? Contate-nos

Categorias

Edit Template

Magistrado condenado por violência critica feminismo e nega protetiva

Magistrado condenado por violência doméstica critica feminismo: “estão loucas atrás dos homens” Condenado pela Maria da Penha, magistrado votou contra medida protetiva a menina que se sentiu assediada por professor: “ego de adolescente, precisava de atenção”. Da Redação quinta-feira, 4 de julho de 2024 Atualizado às 14:18 Em julgamento na 12a câmara Cível do TJ/PR, ao tratar de um caso de medida protetiva a menina de 12 anos que se sentiu assediada por professor, o desembargador Luis Cesar de Paula Espindola, que já foi condenado pela lei Maria da Penha, criticou o “discurso feminista” e afirmou que “as mulheres estão loucas atrás dos homens”. O magistrado foi condenado em março de 2023, pelo STJ, por agressão à irmã, mas a Corte permitiu a volta dele ao cargo. Ele também já foi absolvido de denúncia por lesão corporal contra uma dona de casa, sua vizinha, após a vítima e as testemunhas não comparecerem a depoimento. Fonte: Clique aqui

Compartilhar notícias:

resuminho.com.br

Resumindo noticias para você não perder tempo. E o melhor, com fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

Somos um site que faz resumos de notícias para que você tenha informações rápidas com fontes sem enrolação

Nos siga nas redes

© 2024 Resuminho – Todos os direitos reservados