Alguma notícia está errada? Contate-nos

Categorias

Edit Template

Caso Djidja: Cetamina é usada em festas e tem custo alto

A morte da empresária Djidja Cardoso, que atuou de 2016 a 2020 como a personagem sinhazinha do Boi Garantido no Festival Folclórico de Parintins, chamou a atenção para o uso irregular da cetamina. A droga, também chamada de ketamina e special key, é conhecida por ser consumida em festas, principalmente por millennials (na faixa de 25 a 40 anos). A Polícia Civil do Amazonas suspeita que a morte de Djidja esteja ligada exatamente ao uso abusivo da substância. O uso terapêutico da droga, que é regulamentado, ajuda no combate à depressão crônica. O problema, dizem os especialistas, é o uso recreativo da cetamina, feito sem supervisão e que pode gerar riscos para a saúde do usuário. “Veneno ou remédio? A diferença é a dose e a maneira que se usa”, resume o psiquiatra Vinicius Benício, professor da Universidade Municipal de São Caetano. “[O uso recreativo] pode piorar bastante episódio depressivo”, explica ele. Fonte: Clique aqui

Compartilhar notícias:

resuminho.com.br

Resumindo noticias para você não perder tempo. E o melhor, com fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

Somos um site que faz resumos de notícias para que você tenha informações rápidas com fontes sem enrolação

Notícias recentes

  • All Post
  • Brasil
  • Ciência
  • Entretenimento
  • Esportes
  • Mundo
  • Negócios
  • Política
  • Saúde
  • Tecnologia

Nos siga nas redes

© 2024 Resuminho – Todos os direitos reservados